terça-feira, 24 de novembro de 2009

Indecisões passadas

Mudaram as estações
nada mudou
Mas eu sei que alguma coisa aconteceu

Tá tudo assim, tão diferente


Se lembra quando a gente

chegou um dia a acreditar
Que tudo era pra sempre

sem saber

que o pra sempre
sempre acaba

Quando tudo parece estável, algo muda e deixa tudo errado e fora do lugar, quando esse errado começa a fazer sentido e achamos que está se tornando certo, tudo gira e caímos novamente no abismo do destino inconstante. O que eu fazer? Sonhar que tudo pode voltar ao seu lugar, sonhar que haja um lugar para se voltar, sonhar em um dia ter havido um lugar para q
ual se queira voltar. Voar em direção ao horizonte vendo, mais uma vez, uma oportunidade passar sem me possibilitar qualquer tipo de despedida a altura da situação. Triste terminar o que começou de forma tão encantadora e radiante, com um final frio e distante. Ver as possibilidades duvidosas, mas ainda possibilidades, se fecharem sem nem ao menos você se decidir o que era mais cabível ao momento e a situação. No final percebemos que por mais tenha valido a pena, não nos levou a lugar nenhum. O mais melancólico é não ter aproveitado mais de seu auge, não ter tido chance de optar e ver tudo indo embora tão rápido quanto veio. O dia anoitece da mesma forma que amanheceu, sem aviso prévio e sem rodeios. Agora é esperar um novo amanhã mais sensato, menos inconstante e tanto quanto enlouquecedor.

Um comentário:

rafa cm² disse...

Confuso, suspeito e altamente Emo (principalmente a foto...

Te amooo amorecoo =] S2 S2 S2